Série Dons: O que Paulo pode nos ensinar sobre Misericórdia

se é mostrar misericórdia, que o faça com alegria. Romanos 12. 8d


 Paz e Graça! Estamos chegando ao final da Série Dons, depois de refletirmos sobre muitos dons descritos em Romanos 12, hoje vamos falar de um que é especial para se viver em comunidade ou sociedade; é o Dom de Misericórdia.

 Novamente Paulo fala para fazer com alegria, isso nos traz entendimento que não é tão fácil exercer este Dom. Misericórdia é a junção de duas palavras em latim: miseratio (compaixão) + cordis (coração). Assim pode-se entender literalmente misericórdia, como "coração compadecido". Ter misericórdia é saber entender e agir conforme a necessidade do outro, estamos em um tempo em que as pessoas são egoístas o bastante para fazer qualquer coisa pela sua própria necessidade. Sempre falo que o cristianismo não é uma religião, mas é adquirir um estilo de vida. Viver em  comunidade é saber que não existe apenas as suas necessidades, é saber calçar o sapato do outro, ter empatia o suficiente para enter a situação.
 Jesus nos ensina isso ao longo do seu ministério, a cada milagre que ELE realizava podemos perceber quanta empatia Cristo demostrava para cada pessoa. Em uma parábola Jesus consegue nos explicar muito bem o que é misericórdia, eu acho que você deve conhece-la: é a história do bom samaritano, naquela época havia uma rivalidade entre os Samaritanos e os Israelitas a parábola é perfeita para explicar a situação dos líderes religiosos de Israel. Jesus cita um homem que foi assaltado e está muito ferido no caminho e um detalhe, este homem era israelita. Ao passar um sumo sacerdote de israel e prestar atenção no estado do homem que estava caído, ele ignora completamente e passa sem prestar nenhuma ajuda. Ai que entra a parte mais interessante da história, a pessoa que ajuda aquele homem que estava machucado é chamado de o "Bom Samaritano", naquele dia Jesus deu uma bela lição de moral nos líderes religiosos. Misericórdia não é exercida com falacias, ela é demostrada através de ações. Lembre que os Samaritanos e os Israelitas tinham diferenças, quando o Samaritano ajuda aquele Israelita; a mensagem que Jesus queria ensinar é que apesar das diferenças, devemos entender a necessidade do outro.
 Sendo assim, concluímos que somos totalmente diferentes uns dos outros. Praticar misericórdia é fazer com alegria, e de alguma forma é sentir a necessidade do outro ao ponto de se colocar no lugar e sentir a dor.

Comentários

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Receba Novidades através do seu E-mail

Postagens mais visitadas